Associação de Fuzileiros

 

 

42º Aniversário

ASSOCIAÇÃO DE FUZILEIROS

- UM DIA DIFERENTE -

 

A Associação de Fuzileiros (AFZ) comemorou no passado sábado, 30 de março, o seu 42º aniversário.

A presença significativa de largas dezenas de sócios, veio demonstrar a importância deste evento e reforçar a credibilidade desta instituição, enquanto Associação de referência. Sem esquecer os “obreiros” da Direção Nacional que tornaram possível a realização deste evento, uma palavra de agradecimento é devida a todos, em especial aos Presidentes e demais membros das Direções das diversas Delegações e Núcleos de Fuzileiros, que se deslocaram de todo o país, saindo da sua zona de conforto para virem participar nestas comemorações.

Destaco e dou especial enfase à presença de Suas Excelências o Presidente da Câmara Municipal do Barreiro, Dr. Frederico da Costa Rosa, do Comandante Naval, Vice-almirante Gouveia e Melo e do Comandante da Escola de Fuzileiros, Capitão-de-mar-e-guerra Martins de Brito, nossos convidados de honra e, a partir desse dia, também nossos “Sócios Institucionais”, momento registado numa cerimónia formal que marcou o início das atividades planeadas para este dia.

Seguiu-se a homenagem aos Fuzileiros que já desembarcaram na última “praia de desembarque”, numa cerimónia de pleno significado ocorrida junto ao “Monumento do Fuzileiro”, sito numa rotunda da cidade do Barreiro. A Fanfarra do Corpo de Fuzileiros e o nosso Capelão Licínio, contribuíram para que esta homenagem, concluída com o nosso “grito”, chegasse onde queríamos. A presença e participação dos nossos convidados de honra nesta cerimónia, encheram-nos de orgulho e trouxeram ainda mais brio e lustre a esta importante homenagem.

Regressamos à AFZ, à nossa “Sala Multiusos”, onde o Presidente da Direção brindou todos os presentes com uma “Apresentação Institucional”, avivando a nossa memória com factos que marcaram a nossa trajetória desde a fundação da AFZ, em março de 1977, até aos dias de hoje. Pelo interesse e atenção demonstrada por todos, durante a exibição deste resumo histórico, só podemos concluir que valeu a pena!

Seguiu-se a atuação do Grupo Coral da Aldeia da Luz – Mourão, com uma excelente exibição do “Cante Alentejano” declarado em 2014,  pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), como Património Imaterial da Humanidade. Tratou-se de um momento cultural de muito interesse e que pretendemos recriar, oportunamente, na nossa associação.

O jantar chegou na hora prevista… a atividade do dia mais desejada! Afinal de contas, este é o momento que permite maior aproximação entre os sócios por permitir trazer à memória várias estórias do passado, muitas vezes contadas e recontadas na primeira pessoa. Não há volta a dar, é mesmo assim e é mesmo assim que tem de ser. Tudo corria bem, as estórias e as saudades brotavam ao mesmo tempo que se enganavam os estômagos com presunto fatiado, azeitonas, um naco de pão e alguns sumos… Eis, senão quando, um “click” inesperado na corrente elétrica, deixou-nos totalmente às escuras! Encarado como falha momentânea, esta situação até deu para brincar, ligar os telemóveis e acender algumas velas. A brincadeira terminou abruptamente quando, ao fim de alguns minutos, chegou a informação que ninguém queria ouvir:

- O corte de energia elétrica deve-se a um incidente verificado num PT de distribuição local havendo informação da EDP que a situação só será resolvida nunca antes das 22:30 horas, não sendo possível distribuir o jantar, porque não está concluído e porque os fogões do restaurante funcionam a energia elétrica! Em conclusão, só haverá jantar por volta das 23:00 horas e, mesmo assim, temos de contar com a ajuda da Nª Srª dos Fuzileiros!

Impunha-se uma decisão urgente, numa luta contra o tempo até porque, em causa, estava o jantar de cerca de 80 pessoas cuja satisfação, marcaria o sucesso das comemorações e o encerramento do 42º aniversário da AFZ. E foi isso que aconteceu! Ordeiramente e empregando as várias formaturas táticas que nos ensinaram e que nós nunca esquecemos - em linha, em coluna por um e até mesmo a “granel”-  arrancamos para um novo restaurante situado na Moita, também ele pertencente ao nosso concessionário, reagrupando nesta nova posição de “ataque” onde continuamos com as nossas conversas como se nada tivesse acontecido. No final, não faltou o bolo de aniversário, o champanhe e o tradicional brinde que os Fuzileiros consagraram:

- Fuzos: Prontos! Do mar: p´rá terra! Desembarcar: ao assalto! Desembarcar: ao assalto!

O resto já todos nós sabemos… “botamos abaixo” e soube mesmo muito bem!

O orgulho de “ser” e de “pertencer” não podia ser melhor nem podia ser demonstrado doutra forma. Para o ano, haverá mais, preferencialmente sem incidentes!

A minha conclusão:

- Tudo está bem quando acaba bem… e foi o caso! Contudo, prometo jamais convidar o “Murphy” para as nossas festas! :)

 

“Fuzileiro uma vez fuzileiro para sempre”

O Presidente da Direção Nacional